"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

sexta-feira, 26 de abril de 2013

Crônicas de Nárnia, histórias para dormir e o testemunho de família cristã: família Abadie

Camila Hochmüller Abadie e Gustavo Abadie são um casal cristão protestante, de tradição teológica reformada. Moram em Porto Alegre, RS, e nos são bem próximos, apesar de nossas diferenças doutrinárias. Gustavo é pastor na Comunidade Evangélica Livre de Porto Alegre e nutre um profundo respeito pela Igreja Católica, já tendo até mesmo visitado um mosteiro cisterciense em Rio Pardo, RS. Ambos estudam filosofia com o Prof. Olavo de Carvalho.

Pois bem, a Camila postou uma foto no seu Facebook, dia desses, e eu lhe pedi que desenvolvesse sobre ela. O resultado é o texto que segue.

"Aqui em casa é assim: quando as tarefas do dia são feitas, à noite, antes de dormir, lemos uma história para as crianças. E a história do momento é, na verdade, uma série de histórias: trata-se do clássico de C. S.Lewis: "As crônicas de Nárnia".

Já não é a primeira vez que tento apresentar "As crônicas" à minha filha mais velha, mas agora, finalmente, ela tem paciência e compreensão suficientes para acompanhar o desenrolar de uma trama mais complexa.

E como não poderia deixar de ser - e tem sido assim com as diferentes obras que tenho lido: desde "A Bíblia das criancinhas" e "As meninas exemplares", passando pelos "Guardiões de Ga'Hoole" e pelo "Livro das virtudes para as crianças" - as histórias acabam povoando a imaginação de minha filha e entrando nas brincadeiras.

A foto abaixo, feita ontem pela manhã, é um exemplo: de repente, utilizando os pininhos coloridos, Chloe fez o leão, o guarda-roupa e as quatro crianças montadas sobre o leão - sem chance de a feiticeira Jadis aparecer.
























Já esta outra foto, feita agora há pouco, é de um desenho que retrata a macieira que deu origem à madeira a partir da qual foi feito o famoso guarda-roupa. Acima da macieira está Polly, enquanto que lá embaixo está Digory. Ambos são os personagens principais do primeiro livro d"As crônicas": O sobrinho do mago. E ao lado estão copiados trechos da história.

























Vê-se, nestes dois pequenos exemplos, o quão importante é o zelar pela mente das nossas crianças, não abandonando-as à mercê de qualquer desenho ou historinha contemporânea, mas povoando a imaginação infantil com bons conteúdos, boas histórias, bons exemplos, pois eles auxiliarão na formação da personalidade de nossos pequenos-grandes presentes de Deus."

Nenhum comentário: