"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

sábado, 15 de junho de 2013

Mães católicas

É uma alegria quando encontramos mulheres que partilham de nosso ideal da maternidade e da vivência integral e fiel da fé católica. 

A foto abaixo retrata um encontro que tivemos no verão, aqui em Santa Vitória do Palmar. Comigo estão a Rosane Mito e a Cláudia de Quevedo Garcia.

A Rosane foi minha formadora no Regnum Christi quando morávamos em Pelotas e uma das minhas grandes ajudas, por sua experiência, quando eu era responsável de uma equipe feminina do movimento por lá. Mãe de três lindos filhos, nossa amizade foi tanta que a escolhi como minha madrinha de Crisma, em 2008, pouco antes de casar. Lembrem-se que sou uma convertida tardia. Hoje, ela mora em Uruguaiana, na fronteira oeste, com a Argentina, pertinho do Itaqui (onde morei e, na ocasião, ela estava, com o marido, que é auditor-fiscal da Receita Federal, e os filhos em Brasília, DF).

Já a Cláudia é uma amizade recente, mas igualmente forte, que encontrei aqui em Santa Vitória. Casada com o Cassius, que também é auditor-fiscal da Receita, e amigo do meu marido, Rafael, de longa data, são de Pelotas, mas vieram morar, pelo trabalho do seu esposo, aqui na fronteira. É mãe do Vicente e da Martina, que logo nascerá. Ela e o marido são padrinhos da Theresa.

Tiramos a foto quando a Rosane veio nos visitar, e tivemos um encontrão com as três famílias, onde pudemos rezar, aprofundar nossa fé e nossa vocação à maternidade, conversar e nos divertir. A Cláudia e eu estamos grávidas na foto.






3 comentários:

Lívia Guimarães disse...

Amizade que comunga da mesma fé que a nossa é também o que nos faz perseverar.

Que Deus abençoe todas essas mamães.

Andréa Letícia disse...

Muitas saudades de vocês meninas! Aprendi muito com cada uma!!!

Deus abençoe!

Juliana F. Ribeiro Lima disse...

Lindo. São as amizades que dão a graça à nossa vida