"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

terça-feira, 16 de julho de 2013

Apoio do Pe. Fernando Antonio, SJ

O Pe. Fernando é um jesuíta português que mora em Roma, da boa estirpe de Santo Inácio, que, além de ser dos "escoteiros da Europa" (movimento escoteiro católico, a que pleiteia ligação a nossa AG&E brasileira), é um bom amigo no Facebook. Ele nos manda a seguinte mensagem:




O título deste blog sobre a família católica não podia ser mais certeiro, “Domestica Ecclesia”… e vem lembrar que a família é fundamental na Igreja e na sociedade, e isto vale a pena ser sublinhado num tempo em que a família está a ser atacada de uma forma violenta e perversa.

O que seria de mim se não tivesse sido a minha “Domestica Ecclesia”, a minha Igreja doméstica, a minha família? Em tempos de escombros da fé posso dizer com muita gratidão que a minha família foi a minha paróquia, o meu seminário, a minha casa de formação na verdadeira fé e tradição da Igreja. Sou por isso muito grato aos meus pais, tios, avós e outros familiares, e às gerações que durante os séculos foram recebendo e transmitindo com fidelidade, gratidão e amor a fé que vem de Cristo pelos Apóstolos.

Se a família deixa de ser uma Igreja doméstica, ou seja, se deixa de ser um lugar privilegiado da vivência e transmissão da fé, destruímos em uma ou duas gerações aquilo que foi pacientemente construído durante séculos. Que este blog nos ajude a despertar para a nossa responsabilidade pessoal… e que no fim da nossa vida possamos dizer, como São Paulo: “Tradidi quod et accepi” (Transmiti-vos o que eu próprio recebi) (1 Cor. 15, 3).

Que Deus vos abençoe
Pe.Fernando António,SJ
Roma, Itália


Nenhum comentário: