"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Conteúdo de homeschooling 2013

Maria Antônia - 3 anos (jardim de infância)

Catequese e vida interior
- Quem é Deus?
- Deus nos ama
- Fazer a vontade de Deus
- Aprender o Pai Nosso
- Aprender a Ave Maria
- Aprender o Sinal-da-cruz
- Desenhos animados bíblicos e de vidas de santos
- Bíblia infantil
- Rezar o terço com os pais
- Fazer suas orações da manhã e da noite, ajudados pelos pais

Livros de apoio:
Bíblia para crianças em rimas 
Minha Bíblia 
O nascimento de Jesus

Arte
- Assistir a DVDs de concertos e ballets
- Desenhar
- Pintar dentro das figuras com lápis e giz de cera
- Usar tesoura para cortar papel
- Colar figurinhas, lantejoulas
- Usar massinha para modelar
- Canções infantis

Memorização
- Jogo da memória
- Jogo do Kim

Educação Física
- Bambolê
- Chutar, segurar e arremessar bola
- Bater os pés e as mãos
- Dançar conforme o ritmo

Educação Moral e Cívica
- Pintar a bandeira do RS
- Pintar o mapa do RS
- Pintar o RS no mapa do Brasil
- Leituras do “Livro das Virtudes para Crianças”

Geografia
- Família
- Faixa de pedestre, olhar para os lados ao atravessar
- Tipos de ambiente: campo e cidade

Matemática
- Contar até 20
- Conceitos: menor e maior, antes e depois

Alfabetização
- Reconhecer letras
- Coordenação motora

Ciências
- Ajudar na cozinha, saber (teoria e prática) o que é quente e frio, salgado e doce
- Estados da água
- Jardinagem e floricultura
- Nomes de animais e plantas
- Sentidos
- Conhecer o que há no céu (nuvens, sol, estrelas, lua, arco-íris, chuva)

15 comentários:

Danilo Cortez - Currais Novos/RN disse...

Rafael e Aline, é muito interessante que vocês exponham essas informações, pois também temos essa intenção e atividade em casa, mas não de forma direcionada como apresentado. Montei inclusive um espaço aqui em casa para essas atividades. Partilharei hoje mesmo com minha esposa. Obrigado!

Cris GoMon disse...

Uau! Quanta coisa!
Certamente ajudará quem tem filhos, e ajuda a mim a lidar com os filhos dos outros!
Adorei. Essa fase é encantadora!
<3<3<3

Marina Gladstone disse...

Muito legal. Ela já sabe as cores?
No meu desenvolvimento esqueceram de me ensinar como funcionava um relógio de ponteiros, só fui entender com uns 10 anos(shame on me)

Andréa Letícia disse...

Rafael e Aline, mais uma vez obrigada pelo apostolado de vocês.Eu estava mesmo pensando dias atrás que atividades de catequese e de conhecimentos gerais aplicar ao José.Claro que deve ser feito tudo gradativamente, até porque a Ave Maria ele já está rezando bem rsrsrs, mas as dicas são ótimas!Deus os abençoe!

Rafael Vitola Brodbeck disse...

Gracias a todos, meus amigos.

Sim, Marina, a MA já sabe boa parte das cores. De vez em quando, se atrapalha, mas se pedimos algo verde, ela traz o verde, em 90% das vezes acerta se perguntamos que cor é determinado objeto etc.

Anita disse...

Rafael, Aline, ideias muito boas sobre educação.

Anônimo disse...

Ô Brodbeck, sai da roça aí do Rio Grande do Sul e venha aqui para o Brasil. Aqui no Pará vc comerá comidas estranhíssimas e deliciosas, descobrindo a riqueza de um país que é tb seu país. É O BRASIL PROFUNDO DA MA-NI-ÇO-BA! Grande abração do Conde Leonardo Bruno do Grão Pará!

Anônimo disse...

Rafael e Aline quando foi que vocês optaram pelo homeschooling? Como os que estam ao redor de voces encararam (digo: familia,parentes,conhecidos...)essa opção de vocês?
Como voces encarariam uma denuncia para o conselho tutelar?
Gostaria muito de poder fazer essas perguntas pessoalmente,porem moro no NE,longe demais,e quero obter o maximo de informação possivel para tomar uma decisao em minha familia.A grande barreira que encontramos atualmente é porque moramos em capital.
DEUS vos abençoe hoje e sempre.
Stephanita Villanova

Rafael Vitola Brodbeck disse...

Stephanita,

O homeschooling que damos é complementar, e não o puro.

Anônimo disse...

Obrigada Rafael!
A pergunta que fiz sobre o conselho tutelar é baseada no caso do Cleber Nunes,acho que o senhor deve ter conhecimento.
Meu esposo, agora catolico,gostou bastante do material da Jéssica,do Shower of a Roses,e de um blog de 3 famílias catolicas que aplicam o homeschooling puro.
DEUS vos abençoe hoje e sempre.
Stephanita Villanova

Rafael Vitola Brodbeck disse...

Conselho Tutelar, em si, não tem poder algum. Ele apenas apresentaria uma notícia-crime ao delegado de Polícia para instaure inquérito e investigue. Ou repassaria ao Ministério Público, que, por sua vez, também baixaria ao delegado.

Todavia, eu, que sou delegado, não considero crime. Não vejo, se os pais proporcionam ensino domiciliar, o delito de abandono intelectual.

Cris GoMon disse...

Rafael, permita-me um palpite aos assinantes que tem dúvidas legais, que é a leitura dos pareceres no site da ANED... No que tange ao espírito da lei, a obrigatoriedade da "matrícula escolar" é para benefícios sociais e trabalhistas, como por exemplo, o salário família... Sob o argumento (pretenso) de evitar trabalho infantil e blábláblá... Ainda que a criança esteja em homeschooling puro, se houver suficiência de conteúdos mínimos para a "fase de desenvolvimento", não há como se cogitar, como bem destacado por você, em abandono intelectual da criança... Cá entre nós: suficiência e mínimo beira ao pleonasmo...

Luiz Henrique Corrêa Mortágua disse...

Excelente!

Sinto falta de um "roteiro" desse para balizar o que e quando ensinar às crianças.

Mesmo assim, como a graça de estado dos pais ajuda! Alguns temas estou ensinando ao Vinícius (4) não porque soube que "estava na época", mas por pura inspiração. Esses dias dando banho nele e vendo aquele vapor todo no banheiro, tive a ideia de ensinar-lhe sobre os estados da água (e venho tratando disso com ele nos últimos dias). Outro dia vi uns grãos de feijão que caíram no chão e me lembrei de fazer o conhecido trabalho de plantar em um copinho e ensinar-lhe como uma planta nasce, cresce... como devemos cuidar dela, etc... (nesse já envolvi o Miguel também (2) ).

Quanto a parte legal, há algumas semanas conversava com um praticante do homeschooling puro com seus quatro filhos, ele me disse que encara da seguinte forma: o máximo que pode acontecer (probabilidade muito pequena) é o Estado bater em sua porte e dizer que ele precisa matricular os filhos numa escola... ele faz cara de surpresa e diz "é mesmo? não sabia... vamos resolver isso"... então leva os filhos na escola mais próxima e os matricula. :-)

Luiz Henrique Corrêa Mortágua

Daniel Pereira Volpato disse...

Muito bom. Não vejo a hora de chegar a vez do nosso pequenino. Por enquanto, como ele está quase com 1 ano, temos focado no comportamento moral, o autocontrole, principalmente a paciência. Ele é impaciente, principalmente na hora da comida, rs, mas aos poucos irá assimilando isto e entendendo.
Mais tarde, quando chegar a hora, ensinaremos o porquê deste comportamento para que ele possa então, com o uso da vontade, comportar-se adequadamente.

Anônimo disse...

Rafael novamente obrigada por suas considerações, confesso que sinto-me um pouco aliviada em saber a opinião de uma autoridade legal.
Esse blog tem abençoado minha família.
DEUS os abençoe.
Stephanita Villanova