Mês da Bíblia para crianças

Setembro chega, para a Igreja, com uma especial atenção à Sagrada Escritura. Terminando o mês, dia 30, com a memória de São Jerônimo, presbítero e doutor da Igreja, aquele que traduziu a Bíblia para o latim, houve por bem a Igreja fomentar ainda mais a leitura e o reconhecimento de sua importância em nossas vidas.

Para as crianças católicas, os pais, bem formados, saberão explicar, conforme a idade, que nossa fé NÃO está baseada na Bíblia, mas em Cristo, Verbo Encarnado. A Bíblia é a coleção de escritos, definidos pela Igreja como inspirados pelo Espírito Santo, que nos dá um panorama do relacionamento de Deus conosco na História, e nos serve como um dos canais para ter acesso à Revelação divina. Diferentemente do protestantismo, não somos a religião do livro, mas a religião de uma Pessoa, Jesus, que nos fala TAMBÉM mediante a Bíblia. Também, pois nos fala igualmente pela Tradição Oral, recebida dos Apóstolos. E Tradição e Bíblia sempre à luz do Magistério da Igreja, que tem a autoridade dada pelo próprio Jesus para transmitir o seu ensinamento.

Eis algumas atividades para, neste mês, trabalharmos o sentido da Escritura no lar:

1) Fazer as crianças decorarem alguns versículos bíblicos curtos. Conforme a idade, serão mais versículos e mais complexos.

2) Contar um resumo da História da Salvação, do Gênesis ao Apocalipse, para os filhos, sendo um tema por dia, durante todo o mês. Explicar às crianças que o fio condutor dessa história toda, e de toda a Bíblia, na verdade, é a Aliança de Deus com os homens.

3) Presentear os filhos - se for possível, cada filho - com uma Bíblia ou versão infantil da Bíblia, a depender da idade. E explicar a importância dela.

4) Auxiliar a criança em uma atividade artística e de coordenação motora aproveitando o tema do mês: uma pequena Bíblia em E.V.A. Se for difícil achar E.V.A. na tua cidade, podes usar cartolina mesmo.  Um E.V.A. (ou cartolina) vermelho, e um amarelo, cola, papéis e caneta, são os materiais.

A idéia é do blog "Mãezinha do Céu":




Nas páginas dessa Bíblia em E.V.A., colocam-se os versículos preferidos do filho que a fez. Cada filho deve fazer a sua própria Bíblia. Se for muito pequeno, os pais ajudarão a confeccionar o trabalho, e a selecionar os versículos.

5) E já que a Palavra de Deus contida na Bíblia é chamada por São Paulo em Ef 6,17b, de "espada do Espírito", uma idéia é fazer espadas para as crianças: de madeira, de papelão, de PVC, do que for! E ler o texto de Ef 6,1-20, explicando o seu sentido aos filhos.


Rafael Vitola Brodbeck

Católico, casado e pai de quatro filhos. Delegado de Polícia em Piratini, Rio Grande do Sul, conferencista e escritor de vários livros jurídicos e teológicos. Gradou-se em Direito pela Universidade Católica de Pelotas em 2001, tendo concluído o curso superior de formação na Academia de Polícia Civil do RS em 2008. Diretor do Salvem a Liturgia. Membro do Movimento Regnum Christi, e articulista em vários veículos de imprensa no Brasil. Siga seu Instagram. Fale com ele por email.

Um comentário:

Gabriel Picoli disse...

Parabéns pela iniciativa. Com certeza será de muito proveito para meu apostolado. Deus os abençoe e contem sempre com minhas mais humildes orações. Seu servidor em Cristo,
Gabriel Picoli

[Domestica Ecclesia] © - Copyright 2013-2017

Todos os Direitos Reservados.
Citando-se a fonte, pode ser o conteúdo reproduzido.