"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Panquecas farroupilhas

Estamos na Semana Farroupilha. Já escrevemos bastante sobre sua importância para os riograndenses. Basta procurar no blog.

Natural que usemos, ainda mais, nossas indumentárias tradicionais, como a Aline, na foto abaixo, de bombacha jeans, em um visual "rural urbano":

 
Até as panquecas que a Aline fez ontem, com a minha ajuda e a da Maria Antônia, saíram com as cores do pavilhão usado pelos farrapos e adotado como bandeira do nosso Estado. A massa da verde tem espinafre. A da vermelha tem beterraba e corante alimentício.

Morango e branquinho com chocolate branco derretido pra rechear as panquecas. Aqui no RS, chamamos o "brigadeiro" de "negrinho". Isso seria, então, um "brigadeiro branco". Não poderíamos chamar de "branquinho" simplesmente, dado que este doce leva apenas o leite condensado (como se fosse um "beijinho", mas sem coco). Então, para não cedermos a outra cultura e chamarmos de "brigadeiro branco", mas também sem descaracterizar o nosso "branquinho", fica "branquinho com chocolate branco" mesmo.

E aqui, uma recheada com o doce mais consumido pelos gaúchos das três pátrias: "dulce de leche".

Nenhum comentário: