Celebrando a Cátedra de São Pedro

Dia 22, amanhã, nós celebramos a Cátedra de São Pedro. Antigamente, essa festa era chamada de Cátedra de São Pedro em Antioquia, onde ele foi Bispo primeira vez, e exerceu o seu papel de Papa. Antioquia, portanto, foi a primeira Sede universal da Igreja. Mais tarde, São Pedro transferiu sua cátedra para Roma, e essa festa, da Cátedra de São Pedro em Roma, foi celebrada em 18 de janeiro. Com a reforma litúrgica de Paulo VI, as duas festas se unificaram no 22 de fevereiro.

O que podemos fazer para celebrar a Cátedra de São Pedro em família?

1. Rezar pelo Papa Francisco:

V. Oremus pro Pontifice nostro Francisco.

R. Dominus conservet eum, et vivificet eum, et beatum faciat eum in terra, et non tradat eum in animam inimicorum eius.

Oremus.

Deus, omnium fidelium pastor et rector, famulum tuum Franciscum, quem pastorem Ecclesiae tuae praeesse voluisti, propitius respice: da ei, quaesumus, verbo et exemplo, quibus praeest, proficere: ut ad vitam, una cum grege sibi credito, perveniat sempiternam. Per Christum, Dominum nostrum. R. Amen.
2. Decorar a casa com fotos do Papa e bandeirinhas do Vaticano.



3. Contar para as crianças a história de São Pedro, de forma adequada a cada idade. Abaixo, damos um exemplo de roteiro dessa história que contaremos aqui em casa:

História de São Pedro para crianças

Pedro era um pescador no mar da Galiléia. Antes de ser Pedro, ele tinha outro nome, Simão. Ele nasceu na cidade de Betsaida, mas morava em Cafarnaum. Trabalhava pescando peixes para alimentar as pessoas. Tinha um irmão chamado André.

Simão, depois chamado Pedro, era casado e pai.

Um certo dia, André, irmão de Simão, que depois se tornou Pedro, conheceu Jesus (cf. Jo 1,35-41):

"35 No dia seguinte João estava lá outra vez com dois de seus discípulos. 36 Ele viu Jesus passando, e disse:

- Vejam ali o Cordeiro de Deus!

37 Os dois discípulos ouviram que ele disse, e seguiram a Jesus.

38 Jesus se virou e viu que eles o seguiam. Então lhes perguntou:

- O que vocês estão procurando?

Disseram-lhe:

- Rabi, onde tu estás morando? (Rabi significa Mestre)

39 Ele respondeu:

- Venham, e vejam.

Eles foram, e viram onde ele estava morando; e continuaram naquele dia com ele; era mais ou menos a hora décima.

40 André, irmão de Simão Pedro, era um dos dois que ouviram João, e que seguiram a Jesus. 41 Ele procurou primeiro seu irmão Simão, e lhe disse:

- Encontramos o Messias! (Messias é o mesmo que Cristo)."

Os dois irmãos, André e Simão, se tornaram discípulos de Jesus - explicar o que é discípulo na linguagem das crianças, conforme a idade.

Algum tempo mais tarde, Jesus estava perto do lugar onde Simão pescava, o mar da Galiléia, também chamado de lago de Genesaré ou mar de Tiberíades. Nessa ocasião, um grande milagre foi feito por Jesus (cf. Lc 5,1-11)

"1 Jesus estava perto do lago de Genesaré. E aconteceu que ele estava sendo empurrado pela multidão que ouvia a palavra de Deus. 2 Então ele viu dois barcos parados perto da margem do lago; mas os pescadores tinham saído dos barcos, e estavam lavando as redes. 3 Ele entrou num dos barcos, que era de Simão, e lhe pediu que se distanciasse um pouco da terra; então ele, sentado no barco, ensinava para as multidões. 4 Quando ele terminou de falar para as multidões, ele disse a Simão:

- Vá para águas mais profundas, e lancem as redes para pescar.

5 E Simão respondeu:

- Senhor, nós trabalhamos a noite toda, e nada pegamos; mas por tua palavra lançarei a rede.

6 Ao fazerem isso, pegaram uma grande quantidade de peixes; tantos que a rede deles estava se rasgando. 7 Então eles fizeram gestos aos colegas que estavam em outro barco, para virem ajudá-los; eles vieram, e encheram ambos os barcos, de modo que estavam a ponto de afundar. 8 Ao ver isso, Simão Pedro caiu voltado para os joelhos de Jesus, dizendo:

- Vai para longe de mim, Senhor, porque eu sou um homem pecador!

9 Porque ele e todos os que estavam com ele ficaram espantados por causa da pesca de peixes que tinham feito; 10 e tabmem ficaram assim espantados Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram colegas de Simão. Então Jesus disse a Simão:

- Não tenha medo; a partir de agora você será pescador de gente.

11 Eles levaram os barcos para a terra, deixaram tudo, e o seguiram."

E Simão, que era pescador de peixes, virou mesmo pescador de "gente". Explicar para as crianças o que isso significa.

Em outra ocasião, Jesus perguntou aos seus discípulos quem eles achavam que ele era. Simão é quem tomou a palavra e respondeu, inspirado pelo Espírito Santo. Nesse momento, Jesus mudou o nome dele para Pedro (cf. Mt 16,13-19)

"13 Indo Jesus para as bandas de Cesaréia de Filipe, perguntou a seus discípulos: Quem diz o povo ser o filho do homem?

14 Responderam: Uns dizem: João Batista; outros: Elias; e outros: Jeremias, ou algum dos profetas.

15 Mas vós, continuou ele, quem dizeis que sou eu?

16 Respondeu Simão Pedro: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.

17 Disse-lhe Jesus: Bem-aventurado és, Simão filho de João, porque não foi carne e sangue quem to revelou, mas meu Pai que está nos céus.

18 Também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja; e as portas do inferno não prevalecerão contra ela.

19 Dar-te-ei as chaves do Reino dos Céus: o que ligares sobre a terra, será ligado nos céus; e o que desligares sobre a terra, será desligado nos céus."

Simão virou Pedro porque Pedro significa pedra, rocha, e ele seria a pedra em cima da qual Jesus fundaria a sua Igreja, a Igreja Católica. Pedro teria poder de governar a Igreja em nome de Jesus. Assim, Pedro se torna o primeiro Papa, o primeiro chefe da Igreja de Jesus. Explicar também o que significam as chaves do Reino dos Céus, as portas do inferno e todo o poder de Pedro e do Papa.

Depois que Jesus morreu e ressuscitou, apareceu a São Pedro e deu a ele aqueles poderes que tinha prometido antes (cf. Jo 21,15-17).

"15 Quando eles teminaram de almoçar, Jesus perguntou a Simão Pedro:

- Simão, filho de João, você me ama mais do que estes outros?

Ele lhe respondeu:

- Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo.

Jesus lhe disse:

- Alimente meus cordeirinhos.

16 Jesus lhe perguntou pela segunda vez:

- Simão, filho de João, você me ama?

Ele lhe respondeu:

- Sim, Senhor, tu sabes que eu te amo.

Jesus lhe disse:

- Seja pastor de minhas ovelhas.

17 Ele lhe perguntou pela terceira vez:

- Simão, filho de João, você me ama?

Pedro se entristeceu por ele ter perguntando pela terceira vez 'Você me ama?' Ele lhe respondeu:

- Senhor, tu conheces todas as coisas, e sabes que eu te amo.

Jesus lhe disse:

- Alimente minhas ovelhas."

São Pedro, então, passou a ser o pastor das ovelhas de Jesus e a alimentá-las. Nós somos essas ovelhas de Jesus, e o alimento que recebemos não é a comida normal, mas a Palavra de Deus e os sacramentos, o ensino de Jesus que Pedro e os seus sucessores, os Papas, nos dão.

Depois que Jesus voltou para o céu, São Pedrou liderou a Igreja. Escreveu cartas que hoje estão na Bíblia, foi preso pelos malvados inimigos de Jesus, mas um anjo abriu a porta da cadeia e ele conseguiu fugir. Pedro liderava a Igreja na cidade de Antioquia, e lá ele tinha o seu trono. Mais tarde, São Pedro foi para Roma, a cidade mais importante daquela época, e lá estabeleceu a sede da Igreja e teve um novo trono, como chefe de todos os discípulos de Jesus. Foi em Roma também que ele morreu, na cruz como Jesus, mas como era muito humilde, pediu que não fosse crucificado do mesmo modo que Jesus porque Jesus era mais importante do que ele. Assim, os malvados crucificaram Pedro de cabeça para baixo.

Depois que Pedro morreu, outros homens, discípulos de Jesus, governaram a Igreja. Se São Pedro foi o primeiro chefe, o primeiro Papa, quando ele morresse era preciso que outros assumissem o seu lugar. Após São Pedro, o próximo Papa foi São Lino. Depois de Lino morrer, ficou Santo Anacleto e depois São Clemente I, e assim um após outro, até chegarmos ao Papa que temos hoje. O nome do Papa atual, que faz a mesma coisa que fazia Pedro, é Francisco.

Francisco, como todos os Papas, João Paulo II, Bento XVI, e outros, usa um anel especial na sua mão chamado de "anel do pescador", em lembrança do primeiro Papa, São Pedro que, como vimos, era pescador. Francisco e os outros Papas não são pescadores de peixes, mas pescadores de gente, lembram? Eles nos "pescam" para Jesus, nos guiam, nos ajudam, e nos mostram o caminho para chegar ao céu, que é Jesus.

Hoje é a festa em que comemoramos o trono de São Pedro, o primeiro Papa. Nessa festa, nos lembramos de todos os Papas, e rezamos pelo Papa Francisco. Também rezamos para que todos aqueles que dizem que amam a Jesus possam ser amigos do Papa Francisco e obedecer suas ordens, porque é o chefe da Igreja.
4. Comemorar com comida alusiva a São Pedro.

Há várias opções no excelente site em inglês Catholic Cuisine.

Rafael Vitola Brodbeck

Católico, casado e pai de quatro filhos. Delegado de Polícia em Piratini, Rio Grande do Sul, conferencista e escritor de vários livros jurídicos e teológicos. Gradou-se em Direito pela Universidade Católica de Pelotas em 2001, tendo concluído o curso superior de formação na Academia de Polícia Civil do RS em 2008. Diretor do Salvem a Liturgia. Membro do Movimento Regnum Christi, e articulista em vários veículos de imprensa no Brasil. Siga seu Instagram. Fale com ele por email.

2 comentários:

Karlos Guedes disse...

O Martirológio não registra a informação da cátedra de Antioquia no dia 18 de janeiro, mas tão somente a festa do dia 22 de fev como a cátedra em Roma.

Anônimo disse...

Karlos,

O atual não registra mesmo nem o antigo pós-62. A festa é anterior. Aliás, 18 de janeiro era a cátedra DE ROMA, não de Antioquia.

Veja: https://en.wikipedia.org/wiki/Chair_of_Saint_Peter

http://www.newadvent.org/cathen/03551e.htm

http://www.theliturgicalyear.org/saint_of_the_day_february/saintofthedayfebruary22-saint-peters-chair-at-antioch.html

Rafael Brodbeck

[Domestica Ecclesia] © - Copyright 2013-2017

Todos os Direitos Reservados.
Citando-se a fonte, pode ser o conteúdo reproduzido.