"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Como celebramos São Valentim

No dia 14 de fevereiro celebramos dois santos de nome Valentim, ambos padroeiros dos namorados.

Na foto está São Valentim, presbítero e mártir, mas também comemoramos no dia 14 outro de mesmo nome e igualmente patrono dos namorados, São Valentim de Terni, bispo e mártir. Que ambos roguem por nossos amores, namorados, noivos, esposos, e nos faça frutificar na fidelidade e no companheirismo.

O Papa mesmo reuniu casais de namorados e noivos em Roma e lhes fez um belo discurso.



A Aline, como sempre elegantíssima, iniciou o dia vestida assim, de um vermelho apaixonado na camisa:



Todavia, ainda antes de se maquiar, precisou trocar de camisa pela natural sujeira com as crianças pequenas da casa - o que dá um grande toque de vida ao ambiente, não?





Claro que um cava Codorniú Clasico demi-sec acompanhou a noite. Excelente espumante espanhol que recomendamos.




O cardápio? Como era sexta-feira, nada de carne. Preparei para minha amada e eterna namorada cappelletti al cinque formaggi, italianíssimo como os santos comemorados! O molho foi branco, com queijos e creme de leite.





Enfim, a oração do breviário, no rito tradicional - forma extraordinária do rito romano -, que traz o santo, já que no calendário moderno ele está ausente.






Nenhum comentário: