"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

quarta-feira, 19 de março de 2014

Família Brodbeck na Missa Tridentina em Bagé, RS

Sábado, saímos de Santa Vitória do Palmar em direção a Pelotas, onde fomos a um aniversário de uma sobrinha nossa, pernoitamos na casa dos meus pais e na madrugada, por volta das 5h30, partimos para Bagé. No mesmo sábado, ordenou-se em Bagé o Pe. Cléber Dias. E sua primeira Missa, no Domingo, foi na forma EXTRAORDINÁRIA. Viajamos de SVP a Bagé exatamente para o evento. Desde a reforma litúrgica, não se celebrava a Missa tridentina na diocese bageense.

Embora Bagé seja na fronteira com o Uruguai, como Santa Vitória, são mais ou menos 400km de distância entre as duas, dado que nossa cidade fica no extremo sul, na pontinha do Estado, e Bagé na chamada "região da Campanha", mais próxima do oeste, caminho para a fronteira com a Argentina.

Acordei às 3h50 da manhã para me arrumar, tomar banho, comer alguma coisa e ajudar a Aline a colocar as crianças no carro. Pelas 5h30 saímos da casa dos meus pais, abastecemos o carro e pegamos a estrada.






































Enfim, chegamos à Igreja de Nossa Senhora Auxiliadora, em frente a uma aprazível praça daquela cidade fronteiriça. A igreja é anexa ao colégio de mesmo nome, mantido pelos padres salesianos.

Já na igreja, agradecemos a Jesus que está presente na Santíssima Eucaristia e nos preparamos para assistir a Santa Missa no rito romano tradicional.




A Aline, a Maria Antônia e a Theresa, como de costume, usaram seus véus. 



Levamos um missal de fiéis para acompanhar a tradução em português e um exemplar do Liber Usualis, para os cantos da Missa.







Após a Missa, nos encontramos com os monges cistercienses do Mosteiro Nossa Senhora de Nazaré, em Rio Pardo, RS, que cantaram na Missa e aproveitamos para uma fotografia com Dom Bernardo Maria, OCist.






E, enfim, após a Missa, nos encontramos com o grande casal Abadie, Gustavo e Camila, e seus três lindos filhos. Gustavo e Camila vieram do protestantismo e se converteram à fé católica no ano passado. Eles mantêm um fantástico blog sobre família e homeschooling, mais ou menos na linha do nosso - mas bem mais profundo quando o tema é educação dos filhos, o Encontrando Alegria. Vale a pena visitar esse blog. 

Foi uma grande graça de Deus encontrar a família Abadie, motivo de alegria para nós. Já somos amigos faz muito tempo pelo Facebook, e finalmente pudemos reunir as duas famílias!



Nenhum comentário: