"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Família Brodbeck na Missa cantada de Dom Antonio Carlos Rossi Keller, em Rio Grande

Já conhecemos D. Antonio desde que era Pe. Antonio, mas apenas das redes sociais (na época, listas de e-mails e depois Orkut). Foi uma alegria conhecer o Bispo de Frederico Westphalen, lá no norte do Estado do RS, na outra ponta de onde moramos. D. Antonio estava na cidade de Rio Grande, para uma reunião fraterna de Bispos gaúchos, e aproveitou para celebrar uma das Missas na novena da Padroeira na Igreja da Irmandade de Nossa Senhora da Conceição.

Rio Grande já foi a sede da nossa Diocese, quando morávamos em Santa Vitória do Palmar. Agora nossa Igreja Particular voltou, em Piratini, a ser a Arquidiocese de Pelotas. Rio Grande e Pelotas são bem próximas. Não mais do que 60km. E Piratini fica a 90km de Pelotas. Uma viagem rápida, portanto, de Piratini a Rio Grande. 

Abaixo, algumas fotos da Missa, que foi cantada por um coro da Universidade Federal de Pelotas, com peças gregorianas e polifônicas, e depois da conversa com o querido Bispo na sacristia. Fizemos questão de levar nossos filhos, para que vejam a solenidade de uma Missa celebrada por um Prelado de acordo com as regras litúrgicas e com os vários opcionais que a inserem na nossa rica tradição litúrgica romana. E depois foram conversar com D. Antonio, que lhes explicou várias coisas: o significado da sua batina, do seu anel, das suas vestes, o que é ser Bispo, falou que conhecia o Papa etc. As crianças adoraram!

Fazemos um agradecimento especial ao Victor Pucinelli, seminarista e acólito na Missa, e Felipe Botelho, cerimoniário, pela delicadeza de terem reservado, sem que tenhamos pedido ou mereçamos, um lugar especial para nossa família, perto do altar e facilitando a visualização das crianças e o deslocamento de uma senhora grávida como eu.

Encontramos também a querida Ingrid Bastos e seu namorado Adriel Hepp, católicos, bem formados, e piedosos, que estavam lá na Missa e a quem pudemos conhecer pessoalmente depois de um tempo de amizade via Facebook.










Nenhum comentário: