"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

terça-feira, 5 de maio de 2015

Regra de oração das crianças Brodbeck

Muitos nos perguntam o que aplicamos como rotina de oração das crianças. Nossos filhos sempre rezam à noite e nos acompanham no terço. Por vezes, também no Angelus ou Regina Coeli. E vão à Missa todos os Domingos e dias de guarda conosco. Também visitam Jesus no sacrário quando vamos a uma igreja. Esse ano estamos, aos poucos, implementando uma rotina mais exigente e disciplinada, conforme segue.

---

Regra de oração das crianças Brodbeck


Pela manhã

Após todos tomarem banho e se arrumarem, reunir-se-ão na capela diante do altar e rezarão juntos:

Eu Vos adoro, meu Deus, e Vos amo de todo o coração. Dou-vos graças por me terdes criado, feito cristão pelo santo Batismo e me conservado nesta noite. Ofereço-vos as ações deste dia; fazei que sejam todas segundo a Vossa santa vontade, para maior glória Vossa. Preservai-me do pecado e de todo o mal. A Vossa graça esteja sempre comigo e com todos os que me são queridos. Amém.

Em seguida, recitarão o Pai Nosso, a Ave Maria e a Consagração a Nossa Senhora. Com grande alegria, iniciarão as tarefas do dia, após o café da manhã.

Ao meio-dia

Antes do almoço, reunir-se-ão as crianças com os pais diante de uma imagem da Virgem Maria para a récita do Angelus, ou, no Tempo Pascal, do Regina Coeli. Em ocasiões especiais, poderá ser cantado em latim.

Antes e depois das refeições

Antes do almoço e do jantar, as crianças acompanharão as orações dos pais, rezando o Pai Nosso e seguindo a bênção dada pelo pai (ou pela mãe em sua falta, ou, quando presente, por um diácono ou sacerdote):

Abençoai-nos, Senhor, e a estes alimentos, que dados pela vossa bondade vamos tomar.

Ao que todos respondem: Amém.

Após o almoço e o jantar, as crianças acompanham em silêncio a oração do pai (ou da mãe em sua falta):

Nós vos damos graças, Senhor, por todos os vossos benefícios, a vós que viveis e reinais pelos séculos dos séculos.

Ao que todos respondem: Amém.

Segue-se, então, a oração pelos falecidos, dita pelo pai (ou pela mãe em sua falta):

As almas dos fiéis defuntos, pela misericórdia de Deus, descansem em paz.

Após o que todos respondem: Assim seja.

Às dezoito horas

Pela tardinha, as crianças tomarão parte com o restante da família para a recitação do Terço de Nossa Senhora, seguido do Angelus, ou, no Tempo Pascal, do Regina Coeli.

À noite

Antes de dormir, após estarem de pijama, as crianças, no quarto ou na capela diante do altar, de qualquer modo, de joelhos, repetirão as palavras livres que os pais dirão em oração espontânea dirigida a Deus e Nossa Senhora, pedindo perdão pelas faltas e agradecendo as graças concedidas durante o dia. Após, rezarão juntos o Pai Nosso, a Ave Maria, o Santo Anjo do Senhor, o Glória e as jaculatórias invocando os santos onomásticos. Ao se deitarem, todas pedirão a bênção ao pai e à mãe, beijando suas mãos.

As crianças que já tiverem recebido a Primeira Comunhão farão suas orações sozinhas, fazendo um exame de consciência, e, após pedir perdão a Deus, com suas próprias palavras, pelas faltas cometidas, agradecerem as graças alcançadas e rogarem luz para o dia seguinte, rezarão o Pai Nosso, a Ave Maria, o Credo Apostólico e o Visitai, Senhor, esta casa.

4 comentários:

Amanda Serra disse...

Excelente!

Moema Esteves disse...

Gostei bastante!

Renato disse...

Qual seria essa oração do "Visitai,Senhor,essa casa"?

Aline Rocha Taddei Brodbeck disse...

Visitai, Senhor, esta casa, e afastai as ciladas do inimigo;
nela habitem vossos santos Anjos, para nos guardar na paz,
e a bênção fique sempre conosco. Por Cristo, nosso Senhor.

É da Liturgia das Horas.