"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

11 coisas para fazer até o Natal



1. Enfeitar a casa.

Coloque uma guirlanda na porta. Monte uma coroa de Advento sobre uma mesa, com quatro velas, simbolizando as quatro semanas preparatórias ao Natal, e as vá acendendo conforme os Domingos passam. Arme sua árvore de Natal em um local bem destacado da casa, com bolinhas, enfeites diversos, correntes. Não deixe faltar ao menos um presépio em um local de destaque. Outros presépios podem enfeitar cômodos diversos. Espalhe enfeites natalinos. Prime pela elegância, mas evite o deslumbramento e a afetação. Faça tudo de coração, mas não seja simplório ou cafona. Arrume um calendário de Advento com atividades para cada dia de dezembro.

2. Ser generoso com quem precisa.

Visite um asilo ou orfanato e dê presentes. Vá com seus filhos nessa visita. Explique a eles a necessidade de ajudar o próximo como Cristo nos ajudou com a sua graça, nascendo e morrendo por nós. Procure alguém que precisa e lhe ajude a comprar os presentes para a sua família.

3. Testemunhar o Natal de Jesus Cristo em seu ambiente de trabalho.

Enfeite sua mesa, coloque um pequeno pinheirinho e um presépio nela. Se você é o chefe ou tem autoridade para isso, decore todo o seu estabelecimento ou repartição de trabalho. O Natal é para todos. Os cristãos não devem se esconder nas sacristias ou em seus lares. Dê testemunho PÚBLICO da Boa Nova do Salvador.

4. Aprender ou treinar hinos natalinos.
Esqueça John Lennon. Esqueça Simone. Esqueça o CD de Natal do Gugu com sertanejos e pagodeiros. Cante os populares com letra decente e piedosa. Cante os tradicionais e os clássicos. Aprenda "Noite Feliz", "Cantai que o Salvador Chegou", "Cristãos, Vinde Todos", "Vinde, Cristãos, Vinde à Porfia", "Numa Estrebaria Rude", "O Primeiro Natal" e "Cantam Anjos Harmonias".

5. Visitar sua igreja com mais frequência.

Mostre às crianças o presépio, a árvore, a coroa do Advento, e adorem ao Senhor em família, preparando suas almas para a celebração do Nascimento de Jesus.

6. Ler as profecias messiânicas em família.

Muitos textos bíblicos anunciam que um Salvador viria de Belém e nasceria de uma Virgem a fim de nos resgatar do pecado. Leia essas passagens em família, explique às crianças o seu significado e como essas profecias se realizaram no primeiro Natal, e agradeça pelo grande presente que Deus mandou ao mundo, Seu Filho, Jesus Cristo, nascido de Maria em uma pobre estrabaria para nos salvar.

7. Preparar de antemão a ceia da Véspera de Natal.

Nada pior do que chegar no dia 24 com tudo para fazer, e não dar tempo de vivenciar plenamente o mistério da vinda do Redentor, não conseguir chegar à igreja a tempo da liturgia de Natal, e não rezar de verdade. Prepare-se com antecedência - comidas, bebidas, presentes, convidados, roupas, horários - e tenha tudo à mão para que na véspera dessa grande noite de festa pouca coisa precise ser feita.


8. Assistir filmes natalinos ou ler livros sobre esse tema.

"Um Conto de Natal", o "Natal do Charlie Brown", "O Grinch" e tantos outros filmes e livros ajudam a que entremos no clima. Que todos saibam, entretanto, que reunir a família, trocar presentes, comer e beber bem, esperar Papai Noel, são meros símbolos, e que devem apontar para o principal: o Nascimento do Deus-Menino!

9. Estudar sobre os Três Reis Magos, São Nicolau e todos os personagens que cercam o Natal.

Leia bons livros de história e devoção sobre São Gaspar, São Melquior e São Baltazar, os reis que visitaram Jesus na manjedoura, e São Nicolau, o Bispo de Mira, que inspirou a figura do Papai Noel.

10. Saber o mais cedo possível os horários das liturgias na igreja nos dias 24 e 25 de dezembro.

O preceito natalino dado pela Igreja Católica pode ser cumprido na tarde ou noite do dia 24 de dezembro ou no dia 25 de dezembro. Qualquer deles cumpre o mandamento de santificar os dias de guarda. A festa própria do Natal tem três Missas diferentes, com orações, prefácios e leituras distintas: a Missa da Noite (conhecida como Missa do Galo, e celebrada na noite do dia 24, ou seja, na Véspera), a Missa da Aurora (pouco celebrada, geralmente em conventos e mosteiros nas primeiras horas da manhã do dia 25), e a Missa do Dia (que é celebrada após a da Aurora até a noite do dia 25). Já na tarde do dia 24 algumas pouquíssimas igrejas celebram a Missa da Vigília. Embora ainda não seja uma Missa de Natal, sendo ela celebrada à tarde, cumpre o dispositivo canônico de assistir Missa. Verifique na igreja da cidade onde você passará o Natal os horários mais convenientes, dando destaque para a Missa da Noite. Evidentemente, você pode assistir as quatro Missas também. Procure que a ceia e a reunião em família não atrapalhem o seu compromisso com Deus. Do que adianta comemorar o aniversário de alguém e esquecer desse alguém?

11. Comprar e mandar cartões de Natal.

Envie cartões aos seus amigos, padres/pastores e Bispos amigos, monges e freiras. Quem sabe um cartão de Natal para um preso na cadeia? Ou entregar um cartão de Natal com uma deliciosa comida a um mendigo na rua? São modos de fazermos o Natal recuperar o seu sentido verdadeiro.

Nenhum comentário: