"O lar cristão é o lugar onde os filhos recebem o primeiro anúncio da fé. É por isso que a casa de família se chama, com razão, «Igreja doméstica», comunidade de graça e de oração, escola de virtudes humanas e de caridade cristã."(Catecismo da Igreja Católica, 1666)

terça-feira, 1 de março de 2016

Abertas as matrículas! COMO CATEQUIZAR SEUS FILHOS EM CASA - Turma IV


As inscrições para a QUARTA TURMA do nosso curso "Como catequizar seus filhos em casa" estão abertas!



Você ainda não sabe do que se trata? Veja aqui!

Nosso curso ajudará você, pai, mãe, padrinho e madrinha, ou mesmo que ainda não tenha filhos ou afilhadas e nem mesmo seja casado, as melhores formas de ajudar uma criança a ter uma excelente formação doutrinária católica NO LAR, seja por uma preparação exclusiva para a Primeira Comunhão, seja como complementação ao curso de catequese da sua paróquia ou movimento, ou até como um curso permanente de perseverança na fé.

A responsabilidade dos pais na transmissão da fé cristã às crianças é primordial. Faz parte dos votos matrimoniais. É uma obrigação espiritual, teológica, moral e canônica.

Você tem dúvidas de como educar seus filhos com os conteúdos indispensáveis à sua formação catequética? Faça o nosso curso!

Quer aprender como catequizar seus filhos em casa? Faça o nosso curso!

Com eficácia, transmitindo doutrina segura e os ajudando a crescer não só no conhecimento da fé católica como na intimidade com Cristo e na busca pela santidade? Faça o nosso curso!

Quer aplicar princípios pedagógicos sérios na catequese infantil no lar e entender o processo de conduzir as crianças a Deus? Faça o nosso curso!

Está perdido quanto ao conteúdo que deve ser passado? Faça o nosso curso!


Eu, Aline, tenho com mais de dez anos de experiência em educação infantil, e meu marido Rafael  é profundo conhecedor da doutrina da Igreja e estudioso dos temas da Igreja desde 1994, fundador e diretor-geral do Salvem a Liturgia, e foi membro por muitos anos da equipe do melhor site de apologética em língua portuguesa, o Veritatis Splendor, além de ter artigos publicados no site oficial da Congregação para o Clero, no Vaticano, e ser autor de vários livros religiosos recomendados por grandes Bispos. Ou seja, nós dois juntos temos experiência e condições de ajudar você a preparar uma série excelente de aulas para a catequese doméstica dos seus filhos.

O Rafael e eu somos casados desde 2008 e já temos quatro filhos. Ensinamos os rudimentos da fé católica a todos eles, e a mais velha, Maria Antônia, com cinco anos, já está sendo formalmente catequizada justamente com esse método que iremos propor no curso.
  
Como temos custos e estudamos para dar esse curso, que fizemos com muito amor e carinho para nossos queridos leitores, cobraremos uma taxa que ajudará na manutenção de nosso apostolado. Manter um blog custa dinheiro, e comprar os livros necessários para repassar o conteúdo para vocês também. O tempo gasto na preparação das aulas também é algo a se considerar. 

Se você tivesse que aprender por si só e comprar todos os materiais que estão em nossa biblioteca, gastaria anos estudando e se formando e teria que investir muito dinheiro. Todavia, estamos facilitando as coisas para você, pois entendemos que nosso trabalho é um apostolado, uma ajuda.

E um excelente curso em várias aulas em vídeo, capacitando você a ser um exímio catequista dos seus filhos, entendendo o que deverá abordar, sairá por muito menos do que você imagina.

Considere não como um pagamento ou um gasto, MAS COMO UM INVESTIMENTO na formação espiritual e doutrinária de seus filhos.

Oito aulas:
Aula 01: Apresentação
Aula 02: A função dos pais como catequistas e o propósito da catequese no lar
Aula 03: Princípios pedagógicos aplicados à catequese no lar
Aula 04: Os temperamentos e como isso influencia no aprendizado da criança
Aula 05: Respeitando a maturidade da criança, mas incentivando-a a ir além
Aula 06: Como preparar um bom plano de aula
Aula 07: O conteúdo do livro de catequese e como tirar maior proveito dele
Aula 08: Preparando seus filhos para se confessar e comungar

+

DUAS AULAS BÔNUS

+

um e-book 
em PDF, pronto para ser impresso, e com o conteúdo das aulas de catequese para o seu filho


Material complementar


Inscrição em um grupo secreto do Facebook 
para convivência com outros alunos e os professores e possibilidade de trocar experiências e tirar dúvidas


Consultoria individual 
por e-mail com os professores

Por apenas R$ 180,00 - cento e oitenta reais - você se matricula, tendo acesso ILIMITADO às nossas vídeo-aulas que ensinam como catequizar seus filhos no lar. Isso mesmo. Cento e oitenta reais! E você pode assistir aos vídeos quando e onde quiser, quantas vezes desejar. E de brinde ainda ganhará uma apostila em PDF com o conteúdo da catequese. Ou seja, além de aprender COMO catequizar, ainda recebe, totalmente grátis, um texto com O QUÊ passar aos alunos, filhos, afilhados, sobrinhos etc.

Curso Como catequizar seus filhos em casa
Período de matrículas: 1º a 15 de março de 2016
INVESTIMENTO: R$ 180,00
INSCRIÇÕES ENCERRADAS!

8 comentários:

Anônimo disse...

quando começará o curso?
Rose

Aline Rocha Taddei Brodbeck disse...

Assim que terminarmos de verificar os pagamentos, enviaremos as aulas. Espero que ainda hoje.

Nubia disse...

Não acredito que perdi mais uma vez as inscrições para esse curso!! Tenho um filho de 4 anos e preciso muito de orientação!!

Elaine disse...

Olá! Quando começará o próximo?

Aline Rocha Taddei Brodbeck disse...

Elaine,

Por volta de Pentecostes abriremos as inscrições para o próximo!

Elaine disse...

Ôba! Obrigada pelo retorno, Aline!

Anônimo disse...

Como servos de Deus devemos realizar sempre a caridade, o bem do próximo. Esse curso não deveria ser então, gratis? E não uma forma de lucro?

Anônimo disse...

Anônimo,

Tu insinuas que não somos caridosos. Ora, compartilhar um blog inteiramente gratuito, realizar centenas de consultas para casais e famílias por e-mail e Facebook igualmente gratuitas, dar palestras por vários rincões do Brasil sem cobrar mais do que o transporte/alimentação/hospedagem, fazer hangouts ao vivo e deixar hospedados no Youtube também de graça, não é ser caridoso?

Eu, Rafael, por exemplo, desde 1994, ainda adolescente, investia parcela da minha mesada em livros. Comprei avidamente literatura católica e secular. Assisti palestras, fiz viagens para aprender. Gastei boa parte de meu dinheiro e continuo gastando agora casado e chefe de família. E compartilho o resultado disso tudo de graça! DE GRAÇA! Paguei para aprender e DOU a vocês SEM QUE PRECISEM pagar. Investi na minha formação e ajudo vocês a que se formem sem que precisem gastar nada.

Então, surge a idéia de darmos, ALÉM DE TUDO ISSO QUE JÁ FAZEMOS DE GRAÇA, um pequeno curso. E como ele demandará um esforço extra de nossa parte, resolvemos cobrar. E começam as reclamações?

Brasileiro é complicado. Está acostumado a receber tudo de mão beijada. Cobra tudo do Estado, quer tudo de graça, pronto, mastigado, automaticamente. E não é assim que as coisas funcionam. Se alguém está recebendo algo de graça é porque outro está pagando (no Estado também, se há transporte de graça, por exemplo, é porque a passagem de ônibus de outro é mais alta). Impossível haver almoço grátis. Na prática, quando compartilhamos conteúdo gratuito no nosso blog é porque NÓS estamos pagando para VOCÊS se formarem. E fazemos isso de coração aberto, sabedores de nossa responsabilidade diante de Deus. Queremos ajudar vocês. E o fazemos!

Apenas um, repito, UM curso que será cobrado. E ainda esse curso tu queres de graça? Ou mais barato? Defina, por gentileza, "mais barato". Por vezes, o que é caro para ti pode sair mais caro para nós se baixarmos o preço. E, caríssima, perdoe-me a clareza e a dureza, mas NÃO temos obrigação nenhuma de custearmos a tua formação. Já não basta gastarmos dinheiro com a NOSSA formação e também gastarmos dinheiro ajudando na formação DE VOCÊS em 99% do blog, agora temos que gastar dinheiro de novo com um curso "mais barato"? Então, na prática, é uma exigência a que nós formemos vocês. Veja o absurdo da tua colocação, caríssima. É constrangedor.

O operário é digno do seu salário. Acredite, o valor que cobramos de um curso não cobre 1/10 do que gastamos para adquirir a formação necessária para ministrá-lo a vocês...

Sinto ser duro e tão sincero, mas é necessário.

Ninguém é obrigado a fazer curso algum conosco. Eu sinceramente gostaria que fizessem, não para encher meus bolsos, mas para que tenham melhor formação. E formação demanda dinheiro e tempo.

Nós dois temos nossos compromissos - minha profissão é exigente, e temos quatro filhos para criar e educar. E abdicamos de alguns deles - de horas e horas de lazer e descanso - para auxiliar nossos leitores de forma gratuita. E quando UM curso é cobrado, começa a chiadeira?

Repensa tua colocação. Não é por aí...

Att.,
Rafael Brodbeck